Cuidados com a coluna

Traveseiro

Estudos revelaram que o travesseiro correto pode nos dar noites de sono tranquilas, sem nenhuma dor pela manhã, e o material pouco importa , o que conta mesmo é a altura, que deve preencher o espaço entre o pescoço e a extremidade externa do ombro, isto para quem dorme de lado.

Porque para quem dorme de barriga para cima, a peça deve ser um pouco mais baixa para ocupar o vão entre a nuca e o começo das costas, sem comprimir a coluna cervical nem deixar a cabeça caída. Isso serve para você por em prática na hora da compra, se houver uma cama ou um sofá, deite-se sobre o travesseiro que pretende levar. As consequências de noite após noite sobre o travesseiro errado são mais complicadas do que o pescoço duro, dolorido e travado, o repouso fica superficial e fragmentado, com isso a pessoa não chega às fases mais profundas do sono, e se chegam elas duram menos do que 20% da noite.

No dia seguinte a sonolência é inevitável, e esse é só o começo de tudo, a longo prazo aparecem os déficit de atenção, os problemas de memória e o risco de doenças cardiovasculares, diabete, obesidade e infecções e de quebra o sistema imunológico fica bem prejudicado. E fique claro de que nenhum travesseiro, por mais próximo do ideal que seja vai resolver o problema de quem deita com o corpo todo encolhido ou de bruço. Repousar de barriga para cima, mesmo com a cabeça bem apoiada não é muito indicado, especialmente para quem ronca ou sofre de apneia. É possível educar o corpo para dormir de outro jeito, deitando-se de lado, com os joelhos levemente flexionados.

Colchão:

  • O colchão não deve ser muito duro pois isso dificulta o relaxamento do corpo e exerce pressão sobre a pele e os músculos, prejudicando a circulação sanguínea, causando câimbras e formigamentos.
  • O colchão não deve ser muito mole porque é confortável momentaneamente, mas durante o decorrer do sono, não sustenta os músculos que suportam a coluna, comprimindo-os de um lado e distendendo-os de outro.
  • O colchão ideal deve sustentar todas as partes do corpo de forma confortável durante todo o período de sono, mantendo a postura correta da coluna, adequando relaxamento muscular, circulação sanguínea e conforto térmico.
  • Para quem tem dores nas costas vale investir nos colchões com látex talalay, espuma viscoelástico ou espumas de alta resiliência. Esses materiais se moldam ao corpo e são mais confortáveis do que as espumas comuns.
  • Já para os mais pesados prefira os colchões com fio contínuo (Miracoil ou Superlastic) e reforço estrutural. Caso você seja alérgico é só pedir um colchão revestido com materiais naturais como fibras de bambu e íons de prata.
  • Confira se o colchão tem o Selo de Qualidade Pró-Espuma, conferido pelo INER (Instituto Nacional de Estudos do Repouso), que verifica a qualidade dos colchões.

Mochila

         O peso ideal da mochila é em torno de 10 % do peso da criança, devendo se dar a preferência para mochilas com alças acolchoadas com presilhas entre si. Dessa forma ela ficara bem apoiada sobre as costas ao invés de caída abaixo da cintura. 

CUIDADOS COM A COLUNA

A estrutura corpórea é mantida pelo sistema esquelético, composto por ossos e músculos. Uma das principais partes desse sistema é a coluna vertebral, que se estende desde baixo do crânio até a bacia. Composta por ossos (vértebras), articulações (discos intervertebrais) e musculatura adjacente, ela confere sustentação, proteção e movimentação. Todos os elementos componentes da coluna tem que estar em harmonia para um funcionamento impecável.

A coluna vertebral é sujeita a desgaste natural com o passar da vida. O que se pode fazer é evitar algumas atitudes que aceleram esse processo. Algumas dicas são valiosas para manter a saúde da coluna:

SENTAR

» Costas encostadas e eretas, porém não rígidas
» Pernas em um ângulo de 90º
» apoiados no chão ou em apoio apropriado

COMPUTADOR

» Mantenha a cadeira próxima à mesa, de modo que as costas fiquem retas e totalmente apoiadas no encosto
» Preste atenção na altura da cadeira, para que a mesa fique em uma altura em que o cotovelo forme um ângulo próximo de 90º e seus ombros fiquem relaxados, além disso, os pés devem estar apoiados no chão ou em apoio apropriado para que a perna forme um ângulo próximo de 90º
» Sempre que possível espreguice, alongando o corpo

PARADO DE PÉ

» Sempre que possível é útil descansar o pé em um suporte (banquinho, caixa…)

ANDANDO

» Não ande com as costas curvadas à frente, ande olhando para frente com uma postura ereta, relaxada e não extremamente rígida

ABAIXAR

» Não curvar as costas
» Flexionar ou apoiar no chão os joelhos•

CARREGAR PESO

» Levar o peso junto ao corpo, mantendo um ângulo próximo de 90º no cotovelo

DORMIR

» Não se manter rigidamente esticado
» Não dormir de barriga para baixo
» Se dormir de barriga para cima, apoiar a parte de trás dos joelhos em uma almofada
» Se dormir de lado, coloque um travesseiro no meio dos joelhos•

PIA / PASSANDO ROUPA

» Mantenha o corpo ereto, porém não tenso
» Mantenha um dos pés um pouco a frente do outro e flexione levemente a outra perna para garantir um descanso para as costas
» Preste atenção na altura da pia/bancada/mesa de passar para que o corpo não fique curvado ou os braços muito levantados

VARRENDO

» Escolha uma vassoura com o cabo que tenha a altura acima de seu ombro
» No cabo, uma mão segura a extremidade e outra vai à altura um pouco acima da linha da cintura
» Quando a utilizando, não curve as costas, se mantenha ereto e sempre que necessário, flexionSUBINDO ESCADAS

» Quando subindo escadas, não curve muito as costas, tente se manter ereto, colocando o peso do corpo na perna de trás e sempre que possível utilize o corrimão

e levemente os joelhosCARREGANDO SACOLAS

» Para carregar diversos tipos de peso, prefira dividi-los em duas partes, carregando uma em cada mão, assim mantendo a coluna balanceada